Histórico

Maria Isabel de Almeida

Breve retrospectiva histórica dos ENDIPES – Na virada dos anos de 1970 para 1980, quando a sociedade brasileira já manifestava sinais mais contundentes de oposição à ditadura militar que se instalara em 1964, um grupo de educadores brasileiros deu início a um movimento que acabou por expressar, no campo educacional, os mesmos anseios de mudança, presentes na sociedade da época. Envolvidos com as práticas de ensino e com a didática, esses educadores reuniram-se em 1979 no 1º Encontro Nacional de Prática de Ensino e em 1982 no 1º Seminário A Didática em Questão, dando início a um processo de questionamento dos fundamentos, das concepções, das orientações políticas e dos modos como a educação era então praticada em nossas escolas. Em razão da proximidade de propósito entre esses dois movimentos, consolidada ao longo da realização de três encontros em cada uma destas áreas, em 1987 eles se fundiram e deram origem a um encontro único, que foi denominado de IV ENDIPE. Desde então a didática e as práticas de ensino têm sido alvo de discussões bianuais que congregam pesquisadores, especialistas, dirigentes educacionais, professores e estudantes dos mais distintos espaços do país e do exterior.

O ENDIPE se consagrou ao longo dos seus 33 anos de existência como um espaço plural de discussões acerca dos estudos, das pesquisas e das experiências a respeito dos processos educacionais em todos os níveis de ensino. É hoje um evento muito significativo no cenário nacional e suas contribuições têm sido referência para o avanço da produção de conhecimento sobre os fenômenos educacionais e para a formulação de propostas educacionais inovadoras.

Os 16 Encontros realizados até este momento têm permitido acompanhar as tendências educacionais das três últimas décadas, seus impactos nas escolas e nas práticas docentes, num movimento dialético com interferências concretas nos processos de ensino e aprendizagem. Eles têm sido efetivos espaços de convivência, intercâmbio e diálogo entre pessoas preocupadas com o entendimento e a transformação dos processos educacionais e das práticas pedagógicas.

A expressão desse vigoroso movimento, resultante do envolvimento e compromisso das forças mais atuantes do campo educacional brasileiro, é evidenciada pelo quadro cronológico da realização dos ENDIPES e reforçada pelos temas que os orientaram:

 

Ano

Evento

Local

2012

XVI ENDIPE – “Didática e Práticas de Ensino: compromisso com a escola pública, laica, gratuita e de qualidade” Universidade Estadual de Campinas – Campinas / SP

2010

XV ENDIPE –”Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: políticas e práticas educacionais” Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte / MG

2008

XIV ENDIPE –”Trajetórias e Processos de Ensinar e Aprender: lugares, memórias e culturas” Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre / RS

2006

XIII ENDIPE– “Educação, Questões Pedagógicas e Processos Formativos: compromisso com a inclusão social” Universidade Federal de Pernambuco – Recife / PE

2004

XII ENDIPE – “Conhecimento universal e conhecimento local” Pontifícia Universidade Cato-lica do Paraná – Curitiba/PR

2002

XI ENDIPE – “Igualdade e diversidade na educação” Universidade Federal de Goiás – Goiânia / GO

2000

X ENDIPE – “Ensinar e aprender: sujeitos, saberes, espaços e tempos” Universidade Estadual do Rio de Janeiro – R. de Janeiro / RJ

1998

IX ENDIPE – “Olhando a qualidade do ensino a partir da sala de aula” Universidade de São Paulo – Águas de Lindóia / SP

1996

VIII ENDIPE – “Formação e profissionalização do educador” Universidade Federal de Santa Catarina – Florianópolis / SC

1994

VII ENDIPE – “Produção do conhecimento e trabalho docente” Universidade Federal de Goiás – Goiânia / GO

1991

VI ENDIPE – “Perspectivas do trabalho docente para o ano 2000: qual Didática e qual Prática de Ensino? As bases teóricas de uma prática docente interdisciplinar: explicitações necessárias” Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Porto Alegre / RS

1989

V ENDIPE – “Organização do processo de trabalho docente: em busca da integração da Didática e da Prática de Ensino” Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte / MG

1987

IV ENDIPE – “A prática pedagógica e a educação transformadora na sociedade brasileira” Universidade Católica de Pernambuco – Recife / PE

1985

III Seminário A Didática em Questão Universidade de São Paulo – São Paulo / SP

1985

III Encontro Nacional de Prática de Ensino Pontifícia Universidade Catoli-ca de São Paulo – S. Paulo / SP

1983

II Seminário A Didática em Questão Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro / RJ

1983

II Encontro Nacional de Prática de Ensino Universidade de São Paulo – São Paulo / SP

1982

I Seminário A Didática em Questão Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro / RJ

1979

I Encontro Nacional de Prática de Ensino Santa Maria / RS

 

Os ENDIPEs já foram realizados, em muitos casos mais de uma vez, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Goiânia, Curitiba e Campinas. Foram oito estados brasileiros e inúmeras universidades que abraçaram a proposta de realização desses eventos e empenharam esforços para que eles alcançassem êxito e reconhecimento, o que se faz notar não só pela presença de elevado número de participantes, mas também pela colaboração das mais significativas agências de fomento brasileiras.  Com o olhar voltado para o futuro, em 2014 o XVII ENDIPE será realizado em Fortaleza.